Promoção Grátis

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Chávez nega que queira entrar na guerra

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, negou terça-feira que esteja a preparar-se para uma guerra com a Colômbia, dois dias depois de ter convocado os militares a prepararem-se para uma ofensiva e ajudarem o povo a fazer o mesmo.
A Colômbia entendeu que a sua segurança estava a ser ameaçada e prometeu levar o caso ao Conselho de Segurança da ONU e à Organização dos Estados Americanos.
"Agora acusam-me de todos os lados, de que estou apelando à guerra. O que fiz foi chamar o meu povo e os meus soldados para que nos preparemos para defender este país da ameaça que significam sete bases militares (dos EUA) aqui na Colômbia", disse.
"Todas essas acusações de ‘guerreirista' que me estão fazendo nas últimas 48 horas, que Chávez apela à guerra, que Chávez está a tocar os tambores da guerra, não são verdade", disse. No centro do diferendo entre Venezuela e Colômbia está a instalação de sete bases militares dos EUA em solo colombiano. Chávez, que sempre confrontou as Administrações norte-americanas, considera que as bases são uma ameaça ao seu país e que os EUA tem como objectivo espiar os países da região, controlar os recursos naturais e atacar os governos hostis a Washington.

Fonte: CorreioManhã / http://webradiogospel.com/




Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Chávez nega que queira entrar na guerra"

Postar um comentário

Postagens populares