Promoção Grátis

sexta-feira, 5 de março de 2010

Escândalo de prostituição gay atinge o Vaticano

Um assessor do papa Bento 16 foi afastado nesta semana por causa de um escândalo sexual envolvendo prostituição gay que sacudiu o Vaticano.

Ângelo Balducci, um dos Cavalheiros de Sua Santidade, uma espécie de assistente de elite para o papa quando recebe visitas importantes, foi flagrado em gravações feitas pela polícia dando instruções a um interlocutor sobre detalhes físicos de homens que gostaria que fossem levados a ele.

Segundo a imprensa italiana, o interlocutor era Thomas Ehiem, 29 anos, integrante do famoso coral do Vaticano, que também foi afastado.

A polícia italiana havia grampeado o telefone de Balducci durante uma investigação de corrupção separada e não relacionada ao Vaticano.

Em uma das transcrições vazadas para a mídia, Ehiem descreve um homem como tendo “dois metros, 97 quilos, 33 anos e diz que é ‘completamente ativo’”.

Em outra, Balducci pergunta a Ehiem se ele já “falou com o seminarista”, ao que ele responde “ele provavelmente está na missa, ou algo assim”.

Um representante do Vaticano disse que o Bento 16 está ciente do escândalo.

A transcrição das gravações sugere que Ehiem procurou pelo menos dez homens para Balducci, entre eles, modelos e um jogador de rúgbi.

Thomas Ehiem seria integrante do coro que se apresentou para o papa Bento 16 em uma apresentação de Natal.

Entre as atribuições de Balducci estavam a de ciceronear chefes de Estado e carregar o caixão em funerais papais.

Un collaboratore di Papa Benedetto 16 è stata via questa settimana a causa di uno scandalo sessuale che coinvolge la prostituzione gay che hanno scosso il Vaticano.

Angelo Balducci, uno dei gentiluomini di Sua Santità, una sorta di assistente élite al papa, quando i visitatori importante è stato catturato da registrazioni polizia dando istruzioni a un chiamante sui dettagli fisici di uomini che vorrebbero vedere portato a lui.

Secondo la stampa italiana, l'oratore fu Thomas Ehiem, 29 anni, membro del famoso coro del Vaticano, che è stata respinta.

La polizia italiana aveva sfruttato il telefono Balducci nel corso di una inchiesta di corruzione separato e indipendente dal Vaticano.

In una delle trascrizioni trapelare ai media, Ehiem descrive un uomo come avere "due metri, 97 libbre, 33 anni e dice che è 'pienamente attiva'."

In un altro, Balducci Ehiem chiede se «ha parlato con i seminaristi," a cui lui risponde "E 'probabilmente nella Messa, o qualcosa del genere."

Un funzionario del Vaticano ha detto che il Papa Benedetto 16 è a conoscenza dello scandalo.

La trascrizione delle registrazioni indicano che Ehiem cercato almeno dieci uomini a Balducci, tra i quali modelli e un giocatore di rugby.

Thomas Ehiem essere un membro del coro che ha eseguito per Papa Benedetto 16 in una presentazione di Natale.

Tra gli incarichi sono stati cicerone Balducci dei Capi di Stato e la bara di papà funerali.

Fonte: BBC / http://webradiogospel.com
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Escândalo de prostituição gay atinge o Vaticano"

Postar um comentário

Postagens populares