Promoção Grátis

domingo, 14 de fevereiro de 2010

André larga a balada e vira cantor gospel

Atacante do Botafogo, que enfrenta neste sábado o Palmeiras, livrou-se da cocaína e do crack Quando lhe perguntam se tem frequentado a tradicional Choperia Pinguim, no Centro de Ribeirão Preto, André responde sem hesitar: “Nem sei onde fica. Desde que me converti, em 2004, não coloco uma gota de bebida alcoólica na boca.”

Atacante do Botafogo, André é mais conhecido pelo apelido Balada, que lhe deram quando defendeu o Palmeiras, em 2003. A alcunha tinha motivo: preterido até do banco de reservas pelo técnico Jair Picerni, o centroavante era visto noite sim, noite também, em casas noturnas de São Paulo. À época, o jogador já se viciara em cocaína.

“Comecei a cheirar em 2002, no Vitória. Também usava maconha e crack”, conta o atacante. “O crack é a pior droga que existe: você fuma uma vez e passa a ser dependente. Eu estava à beira da morte quando um amigo me levou para a Igreja (Presbiteriana). Senti o Espírito Santo dentro de mim. Deus me salvou.”

Desde então, André concilia a carreira no futebol com a música gospel. Em 2008, lançou o primeiro CD, intitulado “André Neles, Eu Creio”. Há dois meses, ficou pronto seu segundo disco (“Vou Vencer”), que conta com a participação da cantora Jamile, popular entre os evangélicos.

Uma das letras conta a história de um jogador que roda de bar em bar e se perde pelo caminho. “Passei por dificuldades financeiras. Ganhava bem, mas gastava tudo em droga”, lembra o atacante, que se afastou dos gramados por quase três anos devido a uma lesão no joelho.

“Limpo”, André agora acalenta um sonho: “É impossível, eu sei, mas gostaria de voltar ao Palmeiras. Eu iria até de graça.”

Fonte: DiarioSP / http://webradiogospel.com
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "André larga a balada e vira cantor gospel"

Postar um comentário

Postagens populares