Promoção Grátis

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Profunda hostilidade entre comandos de EUA e Reino Unido

A hostilidade entre os comandos militares norte-americano e britânico no Iraque foi "profunda", segundo um relatório secreto da defesa britânica hoje publicado pelo Daily Telegraph.

De acordo com responsável pelas tropas britânicas no Iraque, o general de divisão Andrew Stewart, que descreve os seus homólogos norte-americanos como "um grupo de marcianos".

"A nossa capacidade de influenciar a política norte-americana no Iraque é mínima", disse.

"Qualquer diálogo lhes é estranho", acrescentou.

"Apesar da nossa dita «relação especial» (com os Estados Unidos), reconheço que não nos tratam de maneira diferente da que tratam os Portugueses", afirmou, por exemplo, o coronel JK Tanner, chefe do pessoal do exército britânico.

Estas declarações provêm de entrevistas oficiais efectuadas pelo ministério da Defesa, junto dos comandantes britânicos que regressaram de missão após o primeiro ano de pacificação no Iraque (de Maio de 2003 a Maio de 2004).

Elas são tornadas públicas na véspera da abertura de um inquérito independente sobre o papel da Grã-Bretanha no Iraque, que começa terça-feira, depois das tropas britânicas se terem retirado do país em Julho passado com um balanço de 179 mortos nas suas fileiras.

Fonte: DN Globo / http://webradiogospel.com

Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Profunda hostilidade entre comandos de EUA e Reino Unido"

Postar um comentário

Postagens populares