Promoção Grátis

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Grupo de países pede a Irã que reconsidere proposta nuclear

EUA já indicaram que podem buscar sanções contra o Irã
Os cinco países integrantes do Conselho de Segurança da ONU - China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia – e a Alemanha pediram nesta sexta-feira que o Irã reconsidere a proposta de acordo da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre o programa nuclear iraniano.

A proposta, apresentada no mês passado, prevê que 70% do urânio iraniano com baixo grau de enriquecimento seja enviado à Rússia e à França para ser enriquecido e transformado em combustível nuclear, a fim de ser usado no Irã.

O plano da AIEA, apoiado pelos principais países do Ocidente, poderia por fim à tensão provocada pelas ambições nucleares de Teerã. O governo iraniano diz que o seu programa nuclear tem fins pacíficos, mas vários países, entre eles os Estados Unidos, temem que ele seja usado para desenvolver armas atômicas.

“O Irã não participou de um diálogo intensificado e, em particular, não aceitou uma nova reunião”, diz uma nota divulgada pelos seis países após uma reunião de representantes em Bruxelas.

“Nós fazemos um apelo ao Irã para que reconsidere a oportunidade oferecida por este acordo (...) e se envolva seriamente conosco em um diálogo e negociações.”

Sanções

Nesta semana, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, disse que o país não aceita enviar seu urânio para enriquecimento no exterior, mas aceitaria a possibilidade de trocar o urânio por combustível nuclear dentro do próprio território iraniano.

Isso provocou uma reação negativa de diplomatas ocidentais envolvidos nas negociações com o Irã, embora oficialmente Teerã ainda não tenha rejeitado a proposta da AIEA.

“Eu espero, com certeza, que tenhamos um acordo antes do fim do ano”, disse nesta sexta-feira o diretor da AIEA, Mohammed El-Baradei, em uma coletiva em Berlim.

“Eu francamente acredito que está nas mãos do Irã. Eu espero que eles não desperdicem esta oportunidade única, mas breve.”

Na quinta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que Washington e outros países iriam discutir “um pacote” de medidas “potenciais” a serem adotadas por eles se o Irã não aceitasse um acordo.

De acordo com o repórter da BBC Jon Leyne, especialista em assuntos relacionados ao Irã, esse foi um sinal de que os Estados Unidos irão pressionar por novas sanções contra o país persa.

Leyne disse que ninguém quer dizer que as negociações nucleares com Teerã fracassaram, mas a declaração dos seis países ocidentais nesta sexta-feira é mais um sinal de que elas não são promissoras.

Fonte: BBC / http://webradiogospel.com

Country group asks Iran to reconsider nuclear proposal
The five countries members of the Security Council of the UN - China, United States, France, Britain and Russia - and Germany called on Friday that Iran will reconsider the proposal in accordance of the International Atomic Energy Agency (IAEA) on the Iran's nuclear program.

The proposal, presented last month, predicts that 70% of Iranian uranium with low-grade enriched uranium is shipped to Russia and France to be enriched and transformed into nuclear fuel to be used in Iran

The plan of the IAEA, supported by the major Western countries, could end the tension caused by Tehran's nuclear ambitions. Tehran says its nuclear program is peaceful, but several countries including the United States, fear that it will be used to develop atomic weapons.

"Iran has not participated in an intensified dialogue and, in particular, did not accept a new meeting," said a statement issued by the six countries after a meeting of representatives in Brussels.

"We appeal to Iran to reconsider the opportunity offered by this agreement (...) and seriously engage us in dialogue and negotiations."

Sanctions

This week, the Foreign Minister of Iran, Manouchehr Mottaki, said the country does not accept to send its uranium enrichment abroad, but would accept the possibility of changing the uranium nuclear fuel inside the Iranian territory.

This provoked a negative reaction from Western diplomats involved in negotiations with Iran, although Tehran has not formally rejected the proposal of the IAEA.

"I hope, of course, we have an agreement before the end of the year," said Friday the head of the IAEA, Mohammed El-Baradei, told a news conference in Berlin.

"I frankly believe that is in the hands of Iran I hope they do not waste this unique opportunity, but soon."

On Thursday, the president of the United States of America, Barack Obama said Washington and other countries would discuss "a package of measures" potential "to be adopted by them if Iran did not accept an agreement.

According to the BBC's Jon Leyne, a specialist in issues related to Iran, this was a sign that the United States will push for new sanctions against the Persian.

Leyne said that nobody wants to say that nuclear negotiations with Tehran failed, but the statement of the six Western countries on Friday is a sign that they are not promising.

Fonte: BBC / http://webradiogospel.com
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Grupo de países pede a Irã que reconsidere proposta nuclear"

Postar um comentário

Postagens populares