Promoção Grátis

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Apesar de ser considerada "Seita" IURD dá lição DE UNIÃO em igrejas "PENTECOSTAIS" e organiza evento grátis interligado em todo o Brasil.

Clamor de mais de dois milhões no Rio de Janeiro
Os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal estiveram reunidos numa única fé
O sol nem tinha aparecido no horizonte quando dona Almiracema de Jesus Costa, 65 anos, chegou na enseada de Botafogo e se posicionou bem perto do palco. Ela nem pensou em ocupar as cadeiras colocadas à disposição para idosos e portadores de necessidades especiais porque estava acompanhada de parentes e vizinhas, algumas com crianças.

"Nem esperei pelo ônibus que ia sair de Del Castilho (zona norte do Rio de Janeiro). Eu queria ser uma das primeiras a chegar. E consegui".

Dona Almiracema era uma das mais de dois milhões de pessoas que compareceram ao Dia D, evento da Igreja Universal do Reino de Deus realizado simultaneamente em todo o Brasil. Os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal estiveram reunidos numa única fé e num único propósito. No Rio, o Dia D transformou a bela Enseada de Botafogo em um verdadeiro mar de fé, com todos os participantes unindo forças para livramento de problemas considerados sem solução.

Pessoas andam e voltam a enxergar

Logo depois das primeiras apresentações musicais, o Bispo Darlan Ávila, responsável pelo trabalho evangelístico no estado fez a oração inicial pela cura das pessoas. Após a oração, Zenilda Oliveira que estava presente ao evento, recebeu um telefonema da cura da netinha que estava em estado de coma.

“Não freqüento a Igreja Universal, mas vim pedir um milagre pela minha neta Letícia que nasceu dia 16 de março e estava em coma. Os médicos deram 1% de chance dela ser curada. Milagrosamente após a oração do bispo Darlan minha filha, mãe da criança, me contou a maravilha que Deus fez”.

Juliana Cristina, 15 anos, que estava cega de um olho há um ano por causa de uma infecção na córnea por conseqüência do uso de uma lente de contato, também após a oração da cura passou a enxergar. Muitas pessoas também saiam do meio da multidão, carregando muletas na mão testemunhando o milagre.

Eliane Maria da Silva, 32 anos, moradora de São Gonçalo, conta que sentia fortes dores na coluna e já não conseguia andar. Ao final da oração conseguiu caminhar.

Depois dos depoimentos, bispo Crivella realizou uma oração especial pela cidade do Rio de Janeiro.

“A paisagem maravilhosa do Rio destoa com a miséria e a fome. Como aconteceu recentemente com pessoas morrendo no lixo. Que Deus nos proteja da violência, que haja paz. Que estas pessoas alcancem o trono de Deus, pois estão aqui buscando a justiça de dEle”, orou o senador Crivella.

Mensagem especial

Diretamente de Londres, o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, convidou a todos estabelecerem uma parceria com Deus.

“Faça de contas que você é seu pé esquerdo e Deus é o seu pé direito. Quando tiver abatido, achando que nada tem solução, olhe para os seus pés. Acredite nesta parceria. Se você acredita em você e nEle, tudo será possível para você. Se você acreditar em Deus, mas não acreditar em você terá muita dificuldade para atingir os seus objetivos”, ensinou.

Vidas recuperadas

O casal Vera Lúcia Carrilho da Rocha e Luiz Carlos Silva da Richa, de 49 e 53 anos, compareceram à Enseada de Botafogo acompanhados dos filhos Daniele e Bruno, de 26 e 25 anos e também de Suellen, 24, namaroda de Bruno.

"Estamos aqui, pois foi Ele que mudou a nossa vida", conta Vera, que se converteu há 22 anos, depois de observar a transformação de Luiz Carlos.

"Eu fiz minha esposa e meus filhos sofrerem muito no passado, pois bebia demais. Chegava de madrugada, deixava faltar as coisas em casa para gastar dinheiro na rua. Quando Deus tocou o meu coração, eu vi que não era feliz e que eu fazia minha família infeliz também. Hoje, estou totalmente mudado. A minha esposa viu o poder de Deus atuando em mim e veio para a igreja, sou muito feliz com ela. Financeiramente alcançamos muitas vitórias", diz Luiz Carlos.

Dedicação e trabalho.

O trabalho para a montagem da estrutura do Dia D na Enseada de Botafogo começou na segunda-feira envolveu cerca de quatro mil pessoas. Idosos e portadores de deficiência ganharam um lugar reservado perto do palco.

Garra da IURD

Na opinião do teólogo Rubens Teixeira, o Dia D se tornou um evento muito importante porque serviu para mostrar o propósito dos participantes e a garra da IURD.
"Se não fosse a fé, se as pessoas não vissem resultados, elas não iriam nessas concentrações. Não é comum uma única igreja organizar um evento desse porte. O número de pessoas presente está mostrando a força da instituição”, enfatizou.

Dia da Decisão em Campos dos Goytacazes

Evento reúne mais de 65 mil pessoas no Estádio do Americano

Dia D, expressão que denota um dia como “o grande dia”, o dia escolhido para a realização de acontecimentos históricos. 21 de abril se tornou o dia em que a cidade de Campos dos Goytacazes parou e estremeceu numa explosão de fé. O estádio do Americano se transformou no palco de um episódio jamais visto na história da cidade. Uma multidão de mais 65 mil pessoas se aglomerou no estádio, em suas dependências e se espalhou em volta, muitos tiveram que assistir a reunião com o auxilio dos telões que foram estrategicamente instalados do lado de fora. Tudo isso num esforço coletivo para estar diante de Deus nessa data histórica que marcará vidas em todo país.

Às 9 horas da manhã, o bispo Luís Cláudio, responsável pelo trabalho da Igreja Universal em Campos dos Goytacazes, deu inicio e ministrou o evento com orações de libertação e pela cura, diversas pessoas foram libertas e curadas, e muitos foram os testemunhos de cura na hora. Também marcaram presença autoridades como o deputado federal Jodenir, vereadores, e o senador Marcelo Crivella.

Compareceram ao evento mais de trezentas caravanas de todo norte fluminense e cidades do interior mineiro como a empresária Eunice de Fátima da cidade de Bom Jesus do Itabapoana MG que viajou 230 km até Campos na certeza de uma resposta de Deus para a sua vida nesse dia de desisão.

Durante a concentração a multidão clamou pela resposta de Deus numa manhã de fé e de festa, que contou também com a participação dos cantores Marcelo Nascimento, Robson Monteiro, Jailson Duque e Gilson Campos, que agitaram o estádio com louvores e sucessos de fé.

Um evento que ficará marcado nos corações e que compôs na sua totalidade o grande dia D da história Campista.

O Dia D chega ao fim com mais de 2 milhões de pessoas no RJ

Evento atraiu caravanas de vários municípios

Termina nesse momento evento que reuniu mais de 2 milhões de pessoas, segundo o major Anderson, do Corpo de Bombeiros, na Enseada de Botafogo. O "Dia D" foi promovido pela Igreja Universal e atraiu caravanas de vários municípios do Estado do Rio de Janeiro.

Segurança total no entorno da Enseada de Botafogo

Às 16h, vários ônibus trazendo caravanas ainda estão no meio do caminho

Mais de cem policiais do 2º Batalhão da Policia Militar estão fazendo a segurança do DIA D, evento que está sendo realizado na Enseada de Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. Além disso, a Guarda Municipal está atuando no local para controlar o trânsito com cerca de 195 homens. Os guardas orientam os ambulantes para que não invadam as pistas do Aterro que estão inteiramente tomadas pelas caravanas que não param de chegar.

Às 16h, vários ônibus trazendo caravanas ainda estão no meio do caminho e muita gente deixou os veículos e caminhou a pé para conseguir chegar na enseada. Algumas pessoas passaram mal com o forte calor e estão sendo atendidas pelo posto médico ou pelos pastores e obreiros que estão ao lado do palco, encaminhando-as para atendimento médico.

Mais de mil ônibus de todas as regiões do Rio de Janeiro estão estacionados nas pistas da praia do Flamengo.

Aterro do Flamengo vira ponto de encontro de caravanas

Centenas de ônibus já se encontram estacionados no local

Por volta das 13 horas, mais de quinhentos ônibus já estavam estacionados ao longo do Aterro do Flamengo e muitos outros ainda estavam se dirigindo para o local do evento. As caravanas continuavam a chegar, todas com indicativos dos lugares de onde procediam. O que as tornavam semelhantes era a alegria de participar de um evento da importância do Dia D.

Para chegar ao Aterro do Flamengo, muita gente acordou cedo como foi o caso de dona Leonice Coutinho da Silva que veio de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, para se integrar à reunião de fé cristã promovida pela Igreja Universal do Reino de Deus.

“Qualquer sacrifício vale a pena. Eu vim pra cá em busca de uma solução para os meus problemas e tenho certeza de que sairei daqui com todas as minhas graças alcançadas”, frisou.

Idosos e portadores de deficiência ganharam um lugar reservado

Organização do evento começou na segunda-feira

O trabalho para a montagem da estrutura do evento começou na segunda-feira (19), envolvendo quatro mil pessoas. E, na noite de terça-feira (20), os obreiros começaram a chegar para montar as tendas que abrigariam as diversas caravanas. Idosos e portadores de deficiência ganharam um lugar reservado perto do palco e, apesar do calor de quase 40 graus, as caravanas chegavam muito animadas para o Dia D.

Foi assim com Almiracema de Jesus Costa, 65 anos, que trouxe toda a família com muitas crianças, todas residentes em Del Castilho para participar do Dia D. Ela se mostrou confiante em alcançar a vitória enquanto as pessoas que estavam em sua compnhia vinham em busca de cura para suas enfermidades.

Foi o mesmo pensamento que levou Paulo e Maria Aparecida a deixarem Teresópolis bem cedo. Eles não tiveram sequer paciência para esperar a saída da caravana da Cidade Serrana, saindo três horas antes da partida do ônibus. Para o casal era importante estar desde cedo para participar do clima criado pela IURD.

EBI mobiliza 4 mil tias de todo o Rio

Mutirão também distribuiu pulseiras e etiquetas

A Educação Bíblica Infanto-Juvenil (EBI) montou um esquema de segurança para dar assistência às crianças presentes ao evento “O Dia D.” O mutirão será composto por quatro mil tias da EBI de todas as IURDs do Estado, participantes do grupo Força Jovem e obreiros que estão vestindo coletes com a seguinte mensagem: “Posso Ajudar - SOS Criança Perdida”.

A EBI também distribuiu ainda pulseiras eetiquetas – com o nome completo da criança e de seus responsáveis, endereço, contatos telefônicos e IURD que freqüentam – que serão colocadas nos menores como forma de identificação.

Multidão começa a chegar na Enseada de Botafogo

Evento chama a atenção pela organização e infraestrutura

Desde cedo, a praia de Botafogo já registrava caravanas de várias cidades para o grande evento, que começará às 16 horas. “O Dia D” chama a atenção pela organização e infraestrutura, além de contar com tendas do “SOS Criança Perdida” a cada 100 metros. Assim, quem encontrar uma criança deverá levá-la à tenda mais próxima para que seja encaminhada aos pais.

Fonte: Arcauniversal / http://webradiogospel.com
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Apesar de ser considerada "Seita" IURD dá lição DE UNIÃO em igrejas "PENTECOSTAIS" e organiza evento grátis interligado em todo o Brasil."

Postar um comentário

Postagens populares