Promoção Grátis

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Homem acusado de ter 21 mulheres é indiciado em Israel

Um homem israelense acusado de manter um harém particular com 21 mulheres e 49 filhos foi indiciado neste domingo em uma corte de Tel Aviv por escravizar as mulheres, estupro, incesto e outros crimes sexuais.

O indiciamento de 25 páginas acusa Goel Ratzon, de 60 anos, de se estabelecer como uma figura endeusada e de se aproveitar de jovens, que depois tratava como escravas.

O caso chamou a atenção em Israel quando o homem foi preso no mês passado. Segundo as autoridades, ele mantinha 21 mulheres, com quem teve 49 filhos em apartamentos em um prédio em Tel Aviv. Eles viviam da renda que elas recebiam como mães solteiras e de empréstimos que elas faziam e ele confiscava.

Ratzon, que aguarda julgamento preso, nega as acusações, dizendo que todas as mulheres foram viver com ele voluntariamente.

Algumas das mulheres disseram em entrevistas que consideravam o homem irresistível e que ele se aproximava delas espiritualmente. Muitas delas tinham tatuagens da imagem dele ou do nome dele. Elas davam a seus filhos variações do nome Goel, que significa salvador.

A polícia diz que sabia de Ratzon e de sua situação, mas que não podia prendê-lo por não haver provas de que ele era casado com todas elas. Sua prisão foi possível porque três mulheres fizeram reclamações às autoridades.

Fonte: O Verbo / http://webradiogospel.com
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Homem acusado de ter 21 mulheres é indiciado em Israel"

Postar um comentário

Postagens populares