Promoção Grátis

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Mais antigo jornal gay norte-americano fechou as portas mergulhado em dívidas

O ‘Washington Blade’, publicação pioneira na informação dirigida à comunidade homossexual e transexual dos Estados Unidos, fechou as portas 40 anos depois do seu surgimento.
Os responsáveis do periódico anunciaram o seu encerramento através de uma mensagem no seu perfil do Twitter, rede social na Internet, em que aproveitaram, também, para agradecer o apoio dos seus leitores.
Apesar das dificuldades financeiras da empresa já serem conhecidas, os responsáveis acabaram por ser surpreendidos com o encerramento repentino do jornal. Kevin Naff, editor-chefe do ‘Washington Blade’, revelou ao ‘The New York Times’, que só tomou conhecimento da situação quando chegou à redacção e encontrou os funcionários da empresa à espera da sua chegada.
A equipa de redactores do diário não planeia abandonar a sua actividade e já tem em mente um novo projecto dirigido aos 500.00 leitores que visitavam mensalmente a sua página web.
Lançado em Outubro de 1969, então com o nome de "Gay Blade" e distribuído apenas em bares gay, o jornal, que começou por se apresentar numa só folha, era tido como a publicação mais influente dentro desta temática.Apesar das dificuldades financeiras do grupo não serem um segredo, os jornalistas e funcionários do jornal afirmaram, em declarações ao “New York Times” que souberam do encerramento quando chegaram esta manhã à redacção para trabalhar e tinham dois representantes da empresa à espera. A equipa do “Blade” diz que não se resigna com este fecho e que está a pensar juntar-se para lançar um novo projecto, para satisfazer os 500 mil leitores que procuravam o site na Internet do jornal.A Windows Media encerrou também outros títulos de que era proprietária, como o “South Florida Blade”, “Houston Voice” e “Southern Voice”, de Atlanta.

Fonte: Correio da Manhã / http://webradiogospel.com
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Mais antigo jornal gay norte-americano fechou as portas mergulhado em dívidas"

Postar um comentário

Postagens populares